anA marques

Movimento

Contemporâneo

Ano

1953-...

Informação

Nasci, vivo e trabalho em Lisboa.

Curso de Pintura e Desenho da Sociedade Nacional de Belas Artes
Temas de Estética e Teorias da Arte Contemporânea na Sociedade Nacional de Belas Artes
Ciclo de Conferências “ Os Grandes Mestres do Desenho” – Mestre Lagoa Henriques
História da Arte, Renascimento e Maneirismo na Sociedade Nacional de Belas Artes

Não colocando em causa a necessidade da vocação e do talento, penso que em qualquer actividade humana, incluindo os âmbitos das artes e das ciências, o eventual sucesso da criação depende, numa percentagrm elevadissima, da sequência “aprendizagem, trabalho, aprendizagem, trabalho,...”

É neste contexto que tenho trabalhado.
Após concluir o curso artístico – pintura e desenho – da Sociedade Nacional de Belas Artes, dedico todo o tempo à pintura.
Desde 1998 tenho privilegiado o tratamento de temas específicos como “Vulcões” “...Se o homem engravidasse…” “ Poesia “ de homenagem a poetas portugueses.
Presentemente estou a trabalhar num novo tema, relacionado com as “Vivências” dos últimos 2 anos por terras do Povo Maubere.

anA marques (19.03.2007)

Representada:


2005 – Junho – Programa ‘Entre nós ’ - RTP AFRICA; RTP2;
RTP-INTERNACIONAL – Exposição Bocage e a Clandestinidade
Fotobiografia de Camilo Pessanha – Edição do Instituto Português do livro e das Bibliotecas

AMI – Assistência Médica Internacional.
Ministério das Finanças, Lisboa
Câmaras Municipais do Entroncamento, Alcanena, Setúbal e Lisboa
Associação dos Deficientes das Forças Armadas
Associação Portuguesa dos Familiares e Amigos dos Doentes de Alzheimer
Escola Prática de Cavalaria, Santarém
Portucel
Cafés Nicola
Várias Colecções Particulares

Trabalhos

 
Poema "Nascemos para amar; a Humanidade…" - Bocage
2004

 
Poema "Aqui na orla da Praia"- Fernando Pessoa
2001

 
Poema "Ser Poeta" - Florbela Espanca
2002

 
Poema "Momento Musical" -José Régio
1999

 
Poema "Mar Portuguez" - Fernando Pessoa
2005

 
Poema "Morrer de Amor" - Mª Teresa Horta
2002

 
Poema "Verdade" - Luís de Camões
2004

 
Poema "Interrogação" - Camilo Pessanha
2004

 
Diptico - Lusíadas Canto IV – 89
2003

 
Poema "Amor é fogo que arde sem se ver" - Luís de Camões
2003

 
Quadra de António Aleixo
2002

 
Poema "Mar Meu" - Xanana Gusmão
2006

 
Poema "Vulcão" – Maria Teresa Horta
2004

 
Se o Homem engravidasse…
2001

 
Se o Homem engravidasse… - 2
2001

 
Se o Homem engravidasse… - 3
2000

 
Se o Homem engravidasse… - 4
2001

 
Desporto 3
1999

 
Desporto 7
1999

 
O Bate Estradas
2000

 
Rochedos
2001

 
Vulcão 1
2000

 
Vulcão 2
2000

 
Vulcão 3
2000